#aristóteles, seu reaça!

#trabalhador é uma espécie de instrumento.
#diferença há entre os artesãos e os escravos?

Não parecem “posts” de um odioso reacionário de direita, homem, branco e rico, da nossa saturada sociedade contemporânea? Aristóteles publicou-as todas em sua “Política”, um manual que procurava investigar instituições que assegurassem uma a vida feliz aos cidadãos.

#macho é evidentemente superior à fêmea: a espécie humana não é exceção.
#homem consiste em se impor; mulher, em vencer a dificuldade de obedecer.

Por certo que há 2.300 anos essas ideias estruturaram satisfatoriamente a sociedade grega aos seus cidadãos que, não obstante, eram somente os homens ricos e livres. Já a insatisfação acontecia àqueles que não tinham direito de externá-la nem revolucioná-la.

#exigindo dos escravos e das mulheres virtudes, em que diferirão dos homens?
#somente entre os bárbaros a mulher e o escravo estão no mesmo nível.

O problema é muito menos dos antigos gregos que nosso, pós-modernos-pós-direitos-humanos, porquanto ainda hoje discursos como estes ecoam positivamente aos ouvidos de alguns e, por anacrônica infelicidade, tão negativamente sobre a vida de muitos outros.

#idade para casar as moças é aos 18 anos, para os homens, 37.
#pai de família deve governar mulher como cidadã, filhos como súditos.

Há muito, o centro do poder foi disposto em torno dos falos mais capitalizados e tradicionais. Ignóbil é tal herança insistir&resistir, machista&imperiosa, como propriedade particular inalienável de alguns que, nas suas realizações pessoais, ainda podem dispor despoticamente de muitos seres humanos.

#homem não precisar dedicar-se aos trabalhos servis.
#escravo é aquele que tem tão pouca alma que resolve depender de outrem.

Entretanto, perceber a contraditória contribuição grega que estrutura nossa sociedade ocidental é, no mínimo, frutífero no entendimento das mazelas&engodos subsistentes nas instituições sexistas, exploratórias, patrimonialistas, democráticas, consumistas e antiecológicas que até hoje privilegiam uns em detrimento de outros.

#natureza nada fez de inútil; ela fez tudo para nós.
#para bem viver juntos é que se fez o Estado, sem o quê, a sociedade compreenderia os escravos e até mesmo os outros animais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s